Como evitar a Fraude de boleto?

Toda empresa precisa lidar com situações complicadas e uma delas é ter os seus boletos fraudados. O boleto se tornou um dos principais alvos de golpista devido as fragilidades deste modelo. Embora, um sistema seguro de notas bancárias tenha sido implementado no Brasil, na qual todas as contas são registradas, o sistema não é 100% eficaz, pois permite que seja pago contas ainda sem registro abrindo uma brecha para fraudes.   

Uma das situações delicada enfrentadas pelas empresas, com certeza é quando a própria equipe financeira realiza a emissão do boleto e envia aos clientes por meio de e-mail, correio e rede sociais como Whatsapp e é nestes momentos que os golpistas agem. Gerando uma situação desconfortável, afetado o relacionamento da sua empresa com os clientes, assim como interferindo no fluxo de caixa e no planejamento financeiro.  

Para evitar isso, existem algumas medidas muito simples de não cair nesse tipo de golpe.  

Prevenir para não remediar   

Atualmente, não existe no mercado uma solução antifraude para Boleto, mas existe meios de prevenção. E uma das principais formas de prevenção é criar um espaço seguro e dedicando aos seus clientes trazendo maior confiabilidade e praticidade.  

A Plataforma Simplifica+ é a uma solução simples e segura para reduzir os riscos de fraude. Com a Simplifica+ os seus clientes realizam a retirada da segunda via do boleto assim como demais informações financeiras por meio de um portal exclusivo e seguro, acessado somente por quem já estiver na sua base de dados. Sendo um canal descomplicado e de fácil utilização para atender os diferentes perfis de usuários.   

Um passo a passo que seus clientes podem seguir para continuarem a realizar os cuidados necessários para evitar reduzir os riscos de fraude são:  

  1. Estar atento aos dados do emissor do boleto: Verifique se o CNPJ e o nome são de fato a empresa que receberá o pagamento ao efetuar o pagamento;  
  1. Verificar o código de barras: cheque o número do banco para se certificar da autenticidade. Os primeiros três dígitos do código de barras devem corresponder ao código do banco. Se for diferente, é uma farsa. Por exemplo, se o boleto for emitido pela CAIXA, o número da linha digitalizava deve iniciar com o número 104, que é o código do banco CAIXA.  
  1. Confirme o valor do documento: Verifique se o valor condiz com a Nota Fiscal e o boleto. Os golpistas ao alterar o código de barras podem inserir o valor que desejar. Se o valor estiver diferente do que está programado, desconfie.  
  1. Use redes seguras: Procure instalar o software antivírus nos seus dispositivos. Mesmo que uma cópia do ticket seja publicada no site oficial, o vírus pode alterar a linha digitalizava do código de barras do arquivo gerado.  
  1. Baixe o boleto somente no portal oficial: Utilize o portal da empresa, para a captação de Boleto e outras informais.  

Conheça mais sobre a Plataforma Simplifica+ e confira os nossos módulos ou entre em contato com nossos especialistas. Temos a solução ideal para o crescimento do seu negócio.  

ola@simplificamais.com.br | +55 (47) 3370-7625 | +55 (47) 99630-0063 | A Plataforma Simplifica+ é um produto Adapcon