Operação Inteligente: o que é, como e por que aplicar nos processos?8 min leitura

Ouça este artigo!
homem-usando-um-notebook-e-um-smartphone-ao-centro-representacao-grafica-do-planeta-terra-com-luz-amarela-acima

Mais de uma pesquisa já mostrou que as empresas brasileiras precisam melhorar sua confiança quanto ao grande potencial que a tecnologia pode proporcionar.

Embora já haja investimento em tecnologia mecânica para automação de processos vale também olhar para os processos mais estratégicos, como áreas de aquisição de clientes e manutenção deles.

Afinal, nesses setores pode-se obter grandes soluções, monitorar crises e extrair muitos mais dados de performance úteis na tomada de decisão.

Aí então estamos falando de operação inteligente!

O que é operação inteligente?

homem-com-tablet-na-mao-comandando-robo-que-faz-o-trabalho

Operação inteligente vem do termo inglês operational intelligence ou OI, trata-se de um modelo tecnológico que vem para substituir operações manuais.

A operação inteligente é uma abordagem de análise de dados que tem base em tecnologia, voltada ao monitoramento e controle de processos que ajudam na tomada de decisão.

Embora já esteja presente na maioria dos negócios, e mesmo que não a percebamos, a operação inteligente já é realidade há algum tempo.

Na indústria mesmo, vários dos processos que eram realizados por muitas pessoas em diversos processos, foram aos poucos sendo substituídos por máquinas e tecnologia.

A operação inteligente aqui está mais para as máquinas que combinam mecânica, poder computacional e inteligência artificial, o que é chamado de Machine Intelligence.

Mas pare por um minuto e pense nas áreas produtivas de indústrias que você conhece. 🤔

Provavelmente muitas delas usam máquinas associadas à tecnologia, as quais hoje fazem muito do trabalho que antes era feito por várias pessoas, certo!?

Embora soluções de operação inteligente já são parte do dia a dia das empresas, nem que seja apenas em alguns processos, ainda assim não são a maioria.

Isso é um problema quando falamos em competitividade de mercado.

Pois a simples não aplicação de tecnologia em processos dá espaço para grandes empresas ficarem ainda maiores na participação de mercado.

As empresas líderes estão usando tecnologias de Machine Intelligence para mover o ponteiro em uma ampla gama de indicadores de performance, alcançando três ou quatro vezes o impacto dos players médios, diz estudo da Mackinsey.

Operação inteligente, por que e como implementar?

Organizações no Brasil estimam que de 50 a 90% dos seus dados não são estruturados e são amplamente inacessíveis, diz pesquisa da Accenture.

Esse dado traz uma realidade muito presente nas empresas.

Muito do que a gestão espera de operações, é previsibilidade, processos bem definidos, captação de dados de performance dos processos, rastreabilidade dos passos que levaram aos resultados entre outros.

Sabemos que ao falar de tecnologia é comum muitas empresas acharem que envolverá alto investimento.

Porém alternativas como soluções SaaS podem entregar inteligência operacional por meio de planos de assinatura do serviço, ou seja, você paga apenas pelo que usa.

É sábio incluir na conta do investimento o custo de quantos funcionários você precisaria para realizar as mesmas funções que o software faz com o dobro de eficiência.

Sem falar que a tecnologia capta os dados da operação e traz garantia de praticamente 100% de acerto.

Sobre análise de dados vindos da operação inteligente:

“empresas relatam uma melhoria de 13% na média de nível de serviço e precisão da demanda, enquanto as empresas que costumam usar apenas dashboards tem melhoria média de apenas 3%.”

A questão de como implementar é muito simples, como citado antes, soluções SaaS, por exemplo tem um processo de implementação bastante simples e rápido.

Conheça o nosso processo de integração!

Maturidade Operacional

Quando falamos de maturidade operacional, baseados nos estudos da Accenture sobre o tema, existem 4 classificações: estável, eficiente, preditiva e preparada para o futuro.

E o dado mais interessante é que apenas 7% das empresas na indústria enquadram-se na categoria “preparadas para o futuro”.

Isso nos leva a entender que 93% das empresas ainda têm problemas com estabilidade, eficiência, previsibilidade em seus processos, o que as impossibilita de estarem prontas para essas mudanças.

Por isso, talvez o mais importante nesse cenário é formar boas parcerias de tecnologia, empresas parceiras que possam ajudar a amadurecer a inteligência nas suas operações.

Conforme estudo da Accenture:

“O progresso da maturidade aumenta a eficiência e os lucros: empresas que progrediram na maturidade no período da pesquisa, eram em média, 7,6% mais eficientes e 2,3% mais rentáveis.”

Mas o dado que mais chama atenção no estudo é:

Maturidade operacional pode incentivar lucros globais: as análises do modelo indicam que se todas as companhias no mundo passassem dos estágios “estável, eficiente e preditiva” para o grau “preparada para o futuro” em apenas 2 anos, isso equivaleria a uma adição de US$ 5,4 trilhões em lucros globais.

Maturidade Digital

Esse tipo de maturidade trata do nível de uso de tecnologia em empresas, no caso uma empresa que já tem maturidade digital, provavelmente já passou por uma transformação digital.

A maturidade digital “começa com ferramentas simples, como dashboards para ajudar na tomada de decisão humana, e termina com MI real, máquinas que podem ajustar sua própria performance de forma autônoma a partir de dados históricos e em tempo real”, conforme artigo da Mackinsey.

Na pesquisa da Accenture 5tópicos foram definidos para destacar a opinião de organizações brasileiras quanto a transformação tecnológica nos processos, não vamos citar todos, apenas dois:

O 2º tópico, o Data-Drivem backbone – 97% indicaram que as decisões preditivas baseadas em dados em tempo real são um elemento chave para o negócio.

O 5º tópico, o Ecossistema de parceria inteligente – aponta que 93% dizem que trabalhar com parceiros irá ajudar a atingir seus objetivos de negócios.

Conclusão

Conforme as empresas caminham para melhorar sua eficiência diante de um mercado tão competitivo veremos cada vez assuntos como esse presente nas culturas empresariais.

Vale destacar que essa mudança já vem acontecendo e as empresas que já iniciaram sua transformação digital serão também mais experientes ao final dessa transição.

Sua empresa está em qual fase desse processo?

Somos especialistas em tecnologia de autoatendimento e estamos a par dessas mudanças que o mercado vem sofrendo e deixamos nosso know-how à sua disposição para ajudar na transformação digital da sua empresa.

*Nosso atendimento é rápido e você falará com um especialista!

ola@simplificamais.com.br | +55 (47) 3370-7625 | +55 (47) 99630-0063 | A Plataforma Simplifica+ é um produto Adapcon